Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Rede Sísmica e Geomagnética

Publicado: Quarta, 21 de Dezembro de 2016, 14h22 | Última atualização em Quinta, 22 de Dezembro de 2016, 15h30

Desde o início do século XX, o Observatório Nacional (ON) vem operando, em seu campus de São Cristóvão (Rio de Janeiro), equipamentos que registram a atividade sísmica mundial (Pérez, 1985; Morize, 1987). Neste período, vários tipos de sismógrafos foram instalados no atual Laboratório de Sismologia do Observatório Nacional (estação Rio De Janeiro - código internacional RDJ), localizado no prédio do Museu de Astronomia (Pérez, 1985). A última atualização dos instrumentos do Laboratório de Sismologia do ON aconteceu durante o Ano Internacional da Geofísica (1957-1960), quando foram instalados sismógrafos eletro-mecânico-ótico de período longo (Sprengnether e Lerner-Grifth), os quais funcionaram regularmente até junho de 1989.

Recentemente, o Observatório Nacional adquiriu novos equipamentos sismográficos (ou seja, sismômetro de banda larga e registro de dados digitais) para monitorar a atividade sísmica mundial. Estes instrumentos foram instalados no mesmo local da antiga estação RDJ e se encontram em operação regular desde 01 de setembro de 2006.

Instrumentação Atual da Estação Sismológica do Observatório Nacional

A atual estação sismológica do Observatório Nacional (RDJ) está funcionando regularmente desde 01 de setembro de 2006 com um sismômetro do tipo banda larga (modelo CMG-40T da Guralp Systems Limited e resposta em velocidade plana no intervalo de 0.01667 a 50Hz) conectado a um sistema de aquisição de dados digital. O sistema de aquisição digital é composto de duas partes, ou seja, uma placa de conversão A/D e um computador. No computador, um software, denominado ViSeis, é responsável pelo processo de aquisição dos dados digitais, de modo que a informação digital é gravada no disco rígido do computador. Os dados sísmicos disponíveis na estação RDJ estão no formato SAC binário. Maiores detalhes sobre os atuais equipamentos da estação RDJ, bem como as diferentes etapas da aquisição e processamento do sinal sísmico são apresentados por De Souza (2008).

Requisição de Dados Sísmicos do Observatório Nacional

Os interessados em obter os dados digitais da estação sismológica do ON (RDJ) devem preparar uma requisição, a ser enviada por e-mail, no formato descrito abaixo :

Nome :   João da Silva

Departamento :  Departamento de Geofísica

Instituição :  Universidade do Estado do Rio de Janeiro

2006 10 15 Z,N,E  01 00  05 00

2006 11 20 Z         00 00  24 00

2006 12 08 N,E     00 00  10 00  15 00  18 00  19 00  24 00

 2006 12 30 Z         02 00  09 00  14 00  19 00

 

Descrição :  Note que o cabeçalho contém os dados do solicitante (Nome, Departamento e Instituição). Nas linhas seguintes, estão os detalhes dos sinais sísmicos solicitados. Assumindo a primeira linha como exemplo, tem-se

ANO  (04 dígitos)                                ==>  2006

MÊS  (02 dígitos)                                ==>   10

DIA   (02 dígitos)                                ==>   15

COMPONENTES (Z – Vertical;

N – Norte-Sul; E – Leste-Oeste)         ==>  Z,N,E

TEMPO INICIAL  (GMT – 02 dígitos

para hora e 02 dígitos para minuto)     ==>  01 00

TEMPO FINAL     (GMT – 02 dígitos

para hora e 02 dígitos para minuto)     ==>  05 00

No exemplo acima, o Sr. João da Silva solicitou as primeiras cinco horas de registro do movimento do solo (ou seja, as três componentes Z,N,E), relativas ao dia 15 de outubro de 2006. Note, também, que é possível solicitar diferentes intervalos no mesmo dia, como mostrado no exemplo acima (2006 12 08).

As requisições de dados sísmicos deverão ser enviadas, via e-mail, para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Recebimento de Dados Sísmicos do Observatório Nacional

Após preparada a requisição dos dados sísmicos, o solicitante será informado por e-mail sobre a liberação dos dados e receberá as instruções para transferência dos mesmos. Os sinais requisitados serão disponibilizados na home page do Observatório Nacional, para download, por um período de 10 dias. Após este período, os dados serão removidos automaticamente.

 

Referências

De Souza, J. L., 2008. A estação sismológica digital do Observatório Nacional, Publicações do Observatório Nacional, no. 2.

Morize, H., 1987. Observatório Astronômico : um século de história (1827-1927), Museu de Astronomia e Ciências Afins, Salamandra, 179p.

Pérez, A. A. B., 1985. A estação sismológica do Rio de Janeiro, Publicações do Observatório Nacional, Série Geofísica, no. 4

Fim do conteúdo da página