Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Geotermia

Publicado: Sexta, 02 de Dezembro de 2016, 16h36 | Última atualização em Quarta, 21 de Dezembro de 2016, 13h44

 

Laboratório de Geotermia do ON (LabGeot) – O Laboratório de Geotermia do Observatório Nacional (LabGeot) foi criado em 1995 nas dependências do prédio da Coordenação de Geofísica, ocupando atualmente um espaço de 25 metros quadrados. Desde 1995 foram implementadas melhorias na infra-estrutura para aquisição de dados no campo e no laboratório e vem realizando estudos sistemáticos de recursos geotermais no país. De acordo com o acervo atual de dados compilados, medições geotérmicas foram realizadas em cerca de 1400 localidades no país. As instalações disponíveis para aquisição de dados no campo incluem equipamentos para perfilagem térmica de poços, medições térmicas no interior de minas subterrâneas e termômetros infravermelhos para sensoriamento remoto. O LabGeot também dispõe de equipamentos laboratoriais para calibração e medições de propriedades térmicas de materiais geológicos. Desde 2010 foram adquiridos novos equipamentos para medições de emanações de gases em ambientes geológicos. Dentre os equipamentos destacamos:

1) dois perfiladores manuais para medições de temperaturas em poços;

2) dois sistemas de monitoramento térmico para ambientes geológicos;

3) um medidor portátil de condutividade térmica;

4) um dispositivo para medições de propriedades térmicas no laboratório;

5) termômetros de quartzo, platina e infra-vermelho; e

6) medidores portáteis de gases geotérmicos.

Atualmente utiliza-se um equipamento portátil de perfilagem térmica construído pelo Laboratório de Geotermia do Observatório Nacional. As atividades de pesquisa do Laboratório de Geotermia do ON se concentram, fundamentalmente, na aquisição de dados de temperaturas das manifestações geotérmicas no território nacional, gradiente de temperaturas em poços, propriedades térmicas de materiais geológicos, fluxo geotérmico, avaliação de recursos de energia geotérmica (escalas local e regional), determinações de sinais térmicos de mudanças climáticas em camadas subsuperficiais, avaliação de maturação térmica nas bacias sedimentares e modelagem térmica da crosta e litosfera em escala regional e global. O LabGeot mantém vínculos com a Comissão Internacional de Fluxo Térmico - IHFC e colaborações informais com países sul-americanos (Chile, Bolívia, Colômbia, Venezuela).

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página