Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Observatório Nacional conquista sua primeira patente

Publicado: Segunda, 10 de Fevereiro de 2020, 19h46 | Última atualização em Segunda, 10 de Fevereiro de 2020, 19h46

O Observatório Nacional e os inventores Cosme Ferreira da Ponte Neto, pesquisador do ON, e David Canabarro Savi, ex-aluno de Doutorado em Geofísica da instituição, obtiveram patente do “dispositivo e método para simular a compensação de bússola náutica”, concedida pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e informada ao ON no último dia 7 de fevereiro. 

A invenção permite simular as manobras de compensação de uma bússola náutica para embarcações de médio e grande porte, e uma de suas principais vantagens é baratear e melhorar a eficiência do treinamento dos técnicos que fazem esse procedimento, normalmente realizado com navios em movimento.

O dispositivo patenteado foi objeto do primeiro pedido de registro de patente feito pelo ON, em 9 de março de 2012, que gerou o processo BR 10 2012 005316-0.

O pesquisador Cosme da Ponte Neto comemora esta conquista inédita: "É muito gratificante realizar um trabalho acadêmico e vê-lo aplicado a um desenvolvimento tecnológico".

Os procedimentos de apoio ao processo do pedido de patente de invenção foram realizados pelo Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT-RIO). O ON tem outros dois depósitos de patente: “Dispositivo de Geração de Trem de Pulsos Ópticos de Referência para a Calibração de Equipamentos de Leitura Óptica", desenvolvido na Divisão do Serviço da Hora e registrado como pedido em 2014, ”e “Dispositivo para medidas angulares”, desenvolvido na Coordenação de Astronomia do ON e registrado como pedido de patente em 2012.

Fim do conteúdo da página