Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Torre da ciência e experimentos interativos integram estande do ON na SBPC

Publicado: Sexta, 13 de Julho de 2018, 18h03 | Última atualização em Segunda, 23 de Julho de 2018, 22h14

Links relacionados:

Simular um terremoto e saber como ele é registrado, entender como é gerada a hora legal no Brasil e conhecer um pouco mais sobre o Eclipse de Sobral, fenômeno que ajudou a comprovar a Teoria da Relatividade Geral, de Albert Einstein. Todo este conhecimento estará ao alcance do público no estande do Observatório Nacional (ON) na ExpoT&C, mostra de ciência, tecnologia e inovação que acontece durante a 70ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O evento traz o tema “Ciência, Responsabilidade Social e Soberania” e acontecerá de 22 a 28 de julho, no campus da Universidade Federal de Alagoas, em Maceió.

Os visitantes poderão conhecer o trabalho do ON e sua história na "Torre da Ciência"

Pesquisadores das três áreas científicas do Observatório Nacional – Astronomia e Astrofísica, Geofísica e Metrologia em Tempo e Frequência – estarão no estande para conversar com os visitantes sobre o trabalho desenvolvido no ON.

Na área da astronomia, o Observatório vai mostrar como a fotografia evoluiu nessa área, desde Galileu Galilei até os dias de hoje. “O objetivo é atrair o grande público para entender o que é produzido de ciência e tecnologia no Brasil e exterior. É a oportunidade de aproximar a sociedade da ciência. A instituição ganha em visibilidade e na oportunidade de mostrar, de forma simples, um pouco da sua produção científica”, enfatiza Carlos Veiga, pesquisador do ON, responsável pela digitalização de todo o acervo de placas fotográficas do eclipse solar ocorrido em 1919, registrado pelo ON na cidade de Sobral/CE.

A área de Geofísica do Observatório Nacional demonstrará o funcionamento de uma estação sismográfica, exatamente como ocorre nas 85 estações integrantes da Rede Sismográfica Brasileira, distribuídas no território brasileiro. As estações sismográficas captam as vibrações da Terra, sendo capazes de detectar a ocorrência de terremotos (ou até testes de armas nucleares) em qualquer ponto do planeta. A Sismologia é uma das disciplinas da Geofísica que, além de permitir informação em tempo real sobre a ocorrência de terremotos, ajudando em políticas públicas e ações de defesa civil, fornece ainda informações valiosas sobre a estrutura interna do planeta. O ON foi a primeira instituição brasileira a instalar um sismógrafo no país, ainda no século XIX. “Para nós, é um momento muito importante poder estar caminhando e  contribuindo com o sucesso da SBPC durante esses 70 anos”, diz Sérgio Fontes, pesquisador do ON e coordenador da Rede Sismográfica Brasileira.

A área de Metrologia em Tempo e Frequência estará na SBPC para informar ao público que a Hora Legal Brasileira (HLB) é atribuição do Observatório Nacional desde sua criação. Ao longo do tempo, o ON adaptou-se aos avanços científico-tecnológicos para continuar exercendo sua missão de gerar, conservar e disseminar a HLB. Atualmente, o ON realiza pesquisa e desenvolvimento em Metrologia em Tempo e Frequência e presta serviços de calibração e transmissão de sinais horários, incluindo o sincronismo público, o sincronismo certificado à HLB e o carimbo de tempo à HLB. O ON mantém sob sua guarda os padrões nacionais e atua como Laboratório designado pelo INMETRO para exercer as atividades de metrologia científica e industrial na área de Tempo e Frequência como referência metrológica nacional. “Vamos mostrar ao público como a Hora Legal Brasileira é mantida e como é gerada a grandeza Tempo, uma das grandezas fundamentais do Sistema Internacional de Unidades. A transmissão do conhecimento é de extrema importância”, destaca Pedro Henrique de Oliveira, que estará na SBPC apresentando este tema. 

A Reunião Anual da SBPC é uma oportunidade para a comunidade científica se reunir e discutir os avanços da ciência em suas diversas áreas de conhecimento. O evento, que tem entrada gratuita, tem em sua programação outras atividades, como mesas-redondas, conferências, encontros, sessões de pôsteres, além das seções SBPC Cultural, SBPC Afro e Indígena, SBPC Jovem, SBPC Inovação, ExpoT&C e Dia da Família na Ciência.

O Observatório Nacional é uma das primeiras instituições brasileiras dedicadas à ciência. Há 190 anos desenvolve pesquisa e presta serviços nas áreas de Astronomia e Astrofísica, Geofísica e Metrologia em Tempo e Frequência, além de formar recursos humanos em seus cursos de Pós-Graduação.

Fim do conteúdo da página