Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pesquisadores apresentam nova explicação para a formação e evolução do sistema de Saturno

Publicado: Quinta, 09 de Março de 2017, 16h34 | Última atualização em Quinta, 09 de Março de 2017, 19h50

Levando em consideração as observações históricas do sistema de Saturno e da sonda Cassini, um grupo internacional de pesquisadores organizados no projeto ENCELADE, conseguiu uma explicação bastante consistente, com as observações, para a formação e evolução dos principais satélites de Saturno. Forças de maré exercidas por Júpiter e Saturno puderam, recentemente, ser quantificadas através do monitoramento das órbitas de seus satélites principais. Tal monitoramento veio da análise de observações históricas que permitiram a determinação das posições desses satélites, revelando assim que os efeitos de maré estavam sendo subestimados. A estimativa correta de tais efeitos levou a uma melhor compreensão dos cenários de formação dos satélites. Estes resultados estão resumidos no filme ”Saturno um ecossistema” (ver vídeo abaixo). O grupo trabalha agora com os satélites dos outros planetas exteriores (Júpiter, Urano e Netuno).

Desde o início do projeto ENCELADE, o pesquisador Roberto Vieira Martins, do Observatório Nacional e afiliado ao Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA), participa deste grupo e, recentemente, outros pesquisadores e doutorandos ligados ao projeto Transneptunian Occultation Network, apoiado pelo LIneA, iniciaram a sua participação nas atividades do grupo.

 

 

Fim do conteúdo da página