Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projetos Especiais de Divulgação

Publicado: Sexta, 06 de Maio de 2016, 18h08 | Última atualização em Terça, 28 de Janeiro de 2020, 19h34

O quadro "Ciência no rádio", que vai ao ar no programa "Todas as Vozes", é uma parceria entre a Rádio MEC AM e o Observatório Nacional. Desde outubro de 2015, toda quarta-feira, às 8h20, o ON apresenta um tema científico ao vivo.

A cada semana, um novo assunto: descobertas, curiosidades, pesquisas sobre astronomia, astrofísica, geofísica e muito mais. Pelas ondas da rádio já passaram profissionais do Rio de Janeiro e de todo o país, sempre buscando levar conhecimento e aprendizado ao ouvinte. 

Confira aqui todos as entrevistas já realizadas.

 

 

Em comemoração aos seus 190 anos, celebrados em 2017, o Observatório Nacional lançou a série "Falando de ciência"  - entrevistas com pesquisadores sobre diversos temas relacionados às áreas de atuação do ON. Os videos estão disponíveis no canal do ON no Youtube.

 

  

 

O projeto Olhai pro Céu Carioca é uma parceria entre ON e MAST e convida professores e alunos a levantar o olhar para o céu e observar o universo. O intuito do projeto é trazer a astronomia para mais próximo do público. O projeto é dedicado à capacitação em Astronomia para professores do ensino fundamental e ensino médio do Estado do Rio de Janeiro. Para cada professor capacitado, dezenas de estudantes são beneficiados com as atividades desenvolvidas. 

 

 

O projeto "Garotas no Observatório Nacional" teve início em 11 de fevereiro de 2019, como parte das atividades comemorativas ao centenário da União Astronômica Internacional (IAU). O projeto começou com um evento promovido pelo ON em alusão ao Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela ONU em dezembro de 2015.

 

 

A luneta de 46cm, instalada no campus do Observatório em 1922, é o maior telescópio refrator do Brasil. Sua utilização para a pesquisa científica se encerrou na década de 1990 mas este imponente instrumento atrai olhares admirados. Assim, desde 2018, o ON abre mensalmente a cúpula da luneta de 46cm, numa visita guiada acompanhada de um bate-papo com um astrônomo do ON. Em 2019, o instrumento voltou a ser utilizado para observação do céu, com a manutenção realizada pelo Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA/MCTIC). Desde então, em eventos especiais, o público pode ver os astros no céu a partir deste centenário telescópio.

 

Fim do conteúdo da página