Coordenação de Astronomia e Astrofísica - COAA




Descrição do Seminário


Buracos negros ativos, inativos e múltiplos: um recenseamento no Universo Local

Resumo: Buracos negros supermassivos parecem residir na maioria das galáxias de alta massa e em uma fração das galáxias de baixa massa. Ao capturar gás, esses objetos tornam-se luminosos e são chamados de núcleos ativos. Parte significativa dos núcleos de galáxias no Universo Local não mostra atividade nuclear, podendo ter buracos negros inativos (sem captura de gás), mais difíceis de serem detectados. Estamos conduzindo um recenseamento dos núcleos de todas as galáxias brilhantes (B <12 mag) do Hemisfério Sul (Projeto DIVING3D), utilizando espectroscopia de campo integral nos telescópios Gemini, para estudar, com precisão inédita, suas propriedades nucleares e circumnucleares. Os resultados preliminares indicam que: 1) Em galáxias massivas, núcleos ativos são ao menos duas vezes mais frequentes do que indicavam pesquisas anteriores; 2) Há uma fração significativa de objetos ativos de muito baixa luminosidade; 3) Encontramos núcleos fora do centro ou com estrutura múltipla; 4) Gás ionizado ou neutro está presente no centro de 97% das galáxias massivas; 5)Nos nossos dados, a dicotomia AGN x HII aparecem nos diagramas diagnósticos; 6) Cerca de 55% de todas as galáxias indicam evidências de atividade nuclear.

Palestrante: João Steiner

Instituto: IAG/USP

Data: 18/05/2017

Hora: 15:30

Local: Auditório do prédio Emmanuel Liais

Responsável: Luan Ghezzi




Retornar à Lista de Seminários